20/12/2014

Retrospectiva Cinematográfica 2014

Acho uma pena que eu não tenha registrado os filmes que vi nos últimos anos. Em 2014, pela primeira vez, resolvi registrar todos no Listography e, agora, lendo minha lista, acho uma pena não ter listas dos anos anteriores para comparar. De qualquer forma, assim como falei dos livros que li esse ano no blog, achei que seria legal fazer algo semelhante com os filmes. Não o farei em vídeo porque, se eu demorei mais de 40 minutos para falar de 12 livros, imagina quanto tempo eu não levaria para falar de 37 filmes! Como eu adoro listas e esse mês tem sido não só o mês dos posts infinitos, mas também o mês das listas infinitas, resolvi passar minha lista do Listography para cá, comentando brevemente cada filme.

Porque qualquer motivo é motivo pra rever essa selfie.

Filmes que assisti, pela 1ª vez, em 2014

A Culpa é das Estrelas. Li o livro e assisti ao filme e gostei mais do primeiro, não porque eu seja aquela pessoa do "o livro é melhor do que o filme", mas porque, embora a adaptação seja ótima (e tenha um cameo do John Green na minha cena favorita do livro), eu não fui muito com a cara dos autores e preferia a imagem que eu havia feito de Hazel, Gus e, principalmente, Isaac na minha imaginação.

A Menina que Roubava Livros. Li esse livro em 2007 e, como a maioria das pessoas que o leram na vida, o amo de paixão e o coloquei na lista de livros favoritos da vida para nunca mais sair. Fiquei ansiosa pelo filme durante meses e, quando finalmente assisti, morri de amores por ele também. Se você ainda não viu e for ver, prepare os lencinhos. (Sério, eu mal derramei uma lágrima em A Culpa é das Estrelas e chorei de soluçar nesse.)

A Mentira (Easy A).
 Por esse nome tosco (o traduzido, é claro) e o clima de high school, eu esperava um filminho bobo estilo Sessão da Tarde só que bem ruim e fui surpreendida por uma ótima comédia, cheia de personagens cativantes e com Emma Stone arrasando como sempre.

As Vantagens de Ser Invisível. Essa é uma das melhores adaptações de um livro para o cinema que eu já vi na vida. O livro é maravilhoso e o filme também é, com o bônus de Emma Watson divando na pele de Sam, que só não é a melhor personagem porque Charlie é um amor em forma de adolescente.

Atlantis - O Reino Perdido. Só agora? Sim, eu sei. Esse filme tem todos os ingredientes básicos de uma animação amor da Disney e, embora eu tenha gostado bastante, não vai estar entre meus favoritos, não.

Capitão Phillips. Passei duas horas da minha vida segurando a respiração e com taquicardia e valeu totalmente a pena porque esse filme é absolutamente maravilhoso.

Como Treinar o Seu Dragão. Um filme com dragões, vikings e um protagonista adolescente ovelha negra com nome de Soluço: é claro que eu ia amar, só não sei porque demorei tanto para assistir e ainda não vi a sequência.

Detona Ralph. Assim como Como Treinar o Seu Dragão, Detona Ralph é um daqueles filmes que você não imagina que vai acabar sendo tão fofinho.

Espelho, espelho meu. Eu jurava que ia amar esse filme por motivos de Julia Roberts, anões ladrões e mocinha badass, mas me decepcionei um pouquinho.

Família do Bagulho. Quis ver esse filme desde as primeiras notícias e gostei bastante. Confesso que não fui ver no cinema porque fiquei constrangida de pedir um ingresso para "Família do Bagulho".

Frankenweenie. Tim Burton fez algum filme ruim na vida?

Frozen. Mas é claro.

Godzilla. Tenho mil motivos para odiar esse filme, mas mesmo assim saí do cinema achando o máximo. (Assistam o Honest Trailer!)

Guardiões da Galáxia. Minha Nossa Senhora do Filme Ruim, onde pego minhas horas perdidas de volta? (Assistam o Honest Trailer também.)

Histórias Cruzadas. Minha Nossa Senhora do Filme Bom, que filme maravilhoso, desses que você vai chorar e rir e morrer de amores.

Jack Frost - A Origem dos Guardiões. Quando as meninas me disseram que esse filme tinha o Papai Noel, o Coelinho da Páscoa e a Fada do Dente, fiquei com dúvidas, mas a verdade é que ele é muito bom.

Jogos Vorazes. Eu não fazia ideia do quão maravilhosa é essa trilogia até me render e assistir ao primeiro filme. Fiquei querendo ler os livros, mas ainda tenho dúvidas por causa dos comentários ruins sobre o último.

Jogos Vorazes - Em Chamas. Tety acompanhou meu desespero quando o filme terminou e não terminou. Ainda bem que o desespero passou porque ainda não consegui assistir ao próximo.

Lixo Extraordinário. Esse é documentário já tem uns anos, mas é muito bom.

Malévola. Angelina Jolie divou demais nesse filme, como esperado.

Monstros na Universidade. Quando fiquei sabendo que fariam um Monstros S.A. antes da Monstros S.A. fiquei na defensiva, mas a verdade é que o filme é ótimo e superdivertido. Devo dizer também que me identifiquei um pouco com Wazouski e, pela primeira vez na vida, desgostei um pouco do Sulley.

Noé. Assisti com minha mãe, que é evangélica, na esperança que ela dissesse que "o livro é melhor que o filme". Aconteceu.

Noite de Ano Novo. Adoro esses filmes que tem várias histórias paralelas, tipo Simplesmente Amor e Idas e Vindas do Amor. Não gostei tanto de Noite de Ano Novo quanto eu gosto desses outros, mas achei o filme bem bonitinho, com o bônus de que ele é "assistível" com a família, coisa rara nessas novas comédias românticas que sempre tem uma cena de sexo absolutamente desnecessária que só vai servir pra te deixar constrangido na frente da sua vó. (Me recuso a comentar sobre a atuação do Jon Bon Jovi.)

O Espetacular Homem Aranha 2. Morri de amores pelo primeiro e morri de ansiedade pelo segundo, que decepcionou um pouco, principalmente no finalzinho.

O Lado Bom da Vida. Esse ano, eu quis entender porque o povo gosta tanto de Jennifer Lawrence. Como celeb, não fui com a cara, não, mas como atriz, ela é ótima e O Lado Bom da Vida está aí para provar isso.

O que esperar quando você está esperando. Esse filme também é desses com várias histórias paralelas e também me fez rir e chorar e morrer de amores. A história da Jennifer Lopez e do Rodrigo Santoro é minha favorita.

O Tempo e o Vento. Gente, que lindeza sem fim esse filme, que atriz essa Fernanda Montenegro, que homem bonito esse Tiago Lacerda. Fiquei querendo ler o livro também.

Para Sempre. Esperava muito mais de um plot tão interessante.

Paranorman. Nunca imaginei que um filme com zumbis podia ser tão amorzinho.

Rio 2. Não gostei tanto quanto o primeiro, mas achei as imagens absolutamente lindas.

Sete Dias com Marilyn. Sei muito pouco sobre Marilyn Monroe, mesmo tendo uma fase na adolescência em que eu era a louca das fotos dessa mulher. Assisti esse filme querendo saber um pouquinho mais da história dela e gostei muito.

Somos Tão Jovens. Achei amor e, por isso mesmo, senti que faltou alguma coisa. Biografias não costumam ser amor.

Tá Chovendo Hambúrguer 2. Achei extremamente forçado, mas quem resiste a comidanimais?

Take me home tonight. Onde pego minhas horas de volta desse também?

Thor 2 - O Mundo Sombrio. Gostei muito mais desse do que o primeiro e, ainda assim, é um dos filmes que menos gostei no ano. E sim, Loki diva muito nesse filme.

Trapaça. Confesso que esse filme me cansou um pouco e que eu provavelmente nunca mais assistirei de novo. Ainda assim, achei muito bom.

Um Sonho Possível. Gostei mais do que esperava e achei mais divertido do que ele parecia.


Bom, agora é a vez de vocês. O que vocês andaram assistindo esse ano? Aceito sugestões para o ano que vem!