20/09/2014

Às vezes, a gente precisa

Às vezes, a gente quer escrever no blog. Às vezes, a gente precisa.

Na maioria das vezes, publicar o texto não é necessário. Basta escrevê-lo. Muitas vezes, basta rascunhá-lo. Quando sentei em frente ao computador para escrever esse aqui, não sabia se ele viraria um post ou não. Aliás, ainda não sei.

É uma sensação estranha essa de precisar escrever. Muitas vezes, nem sabemos o que. Sobre o que é esse texto, afinal? Eu também ainda não sei.

Não tenho me sentido bem. (Em geral, a necessidade de escrever vem quando não nos sentimos bem.) Já tive essa sensação de estar empurrando a vida com a barriga algumas vezes, mas sempre passa rápido, logo eu encontro minha motivação e volto a viver de verdade. Mas isso não aconteceu dessa vez. Me parece que as coisas inverteram: meu estado natural é o de piloto automático e, às vezes, acordo para viver para valer (meio como acontece no filme Click). Não é isso que eu quero. O piloto automático deveria ser uma exceção e não a regra.

Não consigo compreender esse estado. Às vezes, confundo-o com tristeza e daí tenho duas reações totalmente opostas: a de me autocriticar por "não ter motivos" para ficar triste ou a de ser compreensiva comigo mesma e abraçar a tristeza, porque acredito que todo sentimento é válido e temos que aprender a conviver com todos eles, cada um a seu tempo. Mas não é isso e eu não sei bem o que é. O que me incomoda é que essa não sou eu e nessa de ficar no automático, estou deixando minha vida passar sem vive-la como eu gostaria.

O que eu mais quero agora é saber como sair desse estado e voltar a ser completamente eu mesma. Quero voltar a estar presente na minha própria vida todo o tempo. Essa última semana foi a pior de todas. Até então, eu estava acreditando que isso logo passava e que eu não precisava me incomodar (postura típica do meu piloto automático). Agora, depois dessa semana, percebi que não, que eu tenho que fazer alguma coisa. Talvez ter percebido isso já é algo. Talvez escrever esse texto já seja um segundo passo. Novamente, eu não sei.

Foto: Gary Ngo

Eu tinha planejado uma semana cheia de posts por aqui. O update do 14 coisas para ser em 2014 está rascunhado, tenho um vídeo pronto para ser subido e já tinha postado no domingo (sobre o #stopthebeautymadness). Obviamente, não aconteceu.