10/01/2014

BC: 14 coisas para ser em 2014

Antes de qualquer coisa: eu sei que demorei muito para postar. Eu queria muito que o primeiro post do ano fosse bacana e, embora tenha rascunhado uma porção de textos, não tinha tido nenhuma boa ideia. Daí essa blogagem coletiva* do Rotaroots veio salvar a pátria o janeiro do blog.

Foi muito difícil escrever. Primeiro, porque eu nunca faço resoluções de ano novo e esse ano não tinha sido diferente até então. Segundo, porque é fácil escrever "beber mais água", mas pense como é difícil transformar esse objetivo em "algo para ser". Eu quero dizer, quem bebe mais água é o que? Hidratado? Pois foi isso mesmo que eu coloquei!


1. 94,9% engenheira

Se tudo ocorrer como o esperado, ao final desse ano, só faltarão 14 dos 275 créditos que preciso para me formar. You do the math.

A grade horária do meu curso é complicada porque, além de sempre muito cheia (meu curso é o segundo em número de créditos do campus), mudou muito nos últimos anos. Isso fez com que, por conta de uma única reprovação, eu tivesse muitos problemas com meus horários nos últimos semestres, culminando com o primeiro período desse ano, em que faço matérias com três turmas diferentes em horários bastante aleatórios. Além disso, precisarei de um semestre a mais para cumprir todos os meus créditos. Ao final desse ano, espero ter cumprido 261 créditos, incluindo os do TCC. Em 2015, faço mais duas disciplinas, estágio e daí serei uma engenheira ambiental formada. OMG.

2. Menos ansiosa

Já passou da hora de assumir que sou uma pessoa extremamente ansiosa e fazer alguma coisa a respeito. Percebi que a ansiedade está relacionada à grande parte dos meus problemas e controla-la melhorará minha vida em muitos aspectos, inclusive me ajudará a ser boa parte das coisas dessa lista. Ainda não sei como, então estou aceitando sugestões.

3. Ex-roedora de unhas

Esse item está totalmente relacionada ao anterior. Roo unha desde sempre e por mais que tenha uma lista gigantesca de motivos para parar não consigo por conta da ansiedade. Novamente, aceito ajuda.

4. Monotarefa

Li, há muito tempo atrás, uma matéria da Revista Galileu que dizia que essa história de "multitarefa" não existe: não conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo, o que fazemos é alternar tarefas rapidamente, dando uma canseira no cérebro que sofre para mudar de foco com tanta rapidez. Acabei me esquecendo dessa matéria até começar a ler alguns textos a respeito na internet e descobrir o blog Monotarefa. Preciso de tempo, portanto preciso de produtividade, portanto preciso de foco e acho que tentar ser cada vez mais monotarefa pode me ajudar muito.

5. Mais minimalista

Totalmente ligado ao item anterior. Tenho lido muito sobre minimalismo e me parece um estilo de vida muito atraente. Creio que já sou minimalista em alguns aspectos, então não será muito difícil.

6. Menos sedentária

Precisa explicar? Bem, talvez. Não vou entrar em academia porque odeio - absolutamente odeio - o ambiente. Também não acho que eu tenha tempo ou dinheiro para investir em uma atividade mais bacana, tipo natação ou pilates, mas quero caminhar mais e, quem sabe, começar a correr.

7. Mais saudável

Melhorei bastante minha alimentação em 2013 - e reduzi muito as vezes que fiquei doente nesse ano, mas ainda não é o suficiente. Continuo com alguns hábitos ruins - como tomar muito refrigerante - e continuo com as mesmas medidas do ano passado. Preciso perder circunferência abdominal por questões de saúde e quero perder por uma questão estética. Minha meta é chegar aos 80 cm até o final do ano.

8. Hidratada

Eu achava que bebia bastante água até baixar um aplicativo no qual você registra quanto bebeu de água durante o dia - em garrafas, copos, etc. Não cumpri minha meta diária (1,7L, eu acho) em nenhum dos dias. Deletei o app porque não tenho saco para ficar registrando, mas descobrir que preciso beber mais água já foi o suficiente para eu começar a carregar mais minha garrafinha por aí.

9. Hidratada (2)

Ia aproveitar o tópico anterior, mas não achei justo porque são coisas diferentes. Morro de preguiça de hidratar rosto, corpo e cabelo, mas quero cuidar melhor deles todos. Incluo aqui outros cuidados como tirar a maquiagem, esfoliar, passar protetor solar, etc.

10. Mais leitora

Leio muito menos do que gostaria, mas também tenho melhorado nesse sentido. Em 2012, fiz a meta de ler um livro por mês. Quem lê cinquenta livros por ano pode estranhar, mas, sim, eu vinha lendo bem menos que isso. Não consegui por um livro e meio. Em 2013, fiz a mesma meta e quase a alcancei, por meio livro. Como creio que estou chegando lá e essa meta é muito importante, novamente, vou tentar ler 12 livros esse ano. Já li o primeiro e estou lendo mais dois, então acredito que será fácil.

11. Mais tolerante

Ler mais textos feministas fez uma grande diferença em mim, me tornaram uma pessoa verdadeiramente melhor em diversos aspectos. Um desses aspectos foi a tolerância e o respeito com as diferenças. Passei a compreender melhor as outras pessoas e julga-las menos. Ainda tenho muito que melhorar. Crescemos em uma sociedade cheia de preconceitos, julgamentos e dedos apontados, é natural que aprendamos a nos comportar assim. Portanto, é fundamental se policiar sempre e se despir de preconceitos para aceitar verdadeiramente as diferenças.

12. Motorista

Eu tenho carteira de motorista, me lembro de dirigir bem na época das aulas, mas não pegava no volante há uns quatro anos. Como tenho sentido cada vez mais necessidade de voltar a dirigir e, em breve, terei que renovar minha CNH, acho que já passou da hora de sair da inércia e voltar a dirigir. Fiz isso esses dias, mas confesso que minha falta de prática me desanimou um pouco.

13. Blogueira mais assídua

Adoro escrever no blog e sinto muita falta de postar com maior frequência. Já melhorei um bocado por estar mais organizada, mas ainda falta vencer a procrastinação. Sempre que tenho ideias boas, acabo adiando a escrita e ora elas perdem a "validade" (não fazem mais sentido serem publicadas), ora eu perco a vontade de escrever sobre o assunto.

14. Editora mais responsável

Nas minhas primeiras semanas como editora da seção de organização da Revista 21, eu cumpri os prazos direitinho e consegui deixar a seção bem atualizada. Com a chegada do final de semestre, porém, tive que priorizar a faculdade e deixei de escrever para a revista. Quero me organizar melhor para dar conta de tudo e não deixar minhas atividades paralelas (isso vale para o blog também) abandonadas.
* O que é Blogagem Coletiva? É o seguinte: define-se um tema e vários blogueiros escrevem sobre ele. Simples assim. Nos tempos áureos da blogosfera oldschool, era muito comum. Por isso mesmo, o tema dessa blogagem coletiva veio do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que tentamos resgatar um pouco desse jeitinho roots de blogar. A partir de hoje, todos os posts inspirados pelo Rotaroots (blogagens coletivas, memes, etc) serão sinalizados com uma tag.