09/02/2013

O que tem na minha bolsa? (final de semana / férias)

No ano passado, escrevi um post falando sobre os o-que-tem-na-sua-bolsa que lotam a internet e sobre a nossa curiosidade pelo que as pessoas carregam consigo (leia aqui). Naquele post, eu trouxe vários links para quem compartilha dessa curiosidade comigo e também mostrei o conteúdo da minha mochila numa foto que eu havia enviado para o projeto Na Sua Bolsa da 21.

Como eu comentei naquele texto, a bolsa e o conteúdo dela muda muito conforme a situação. Não dá para carregar uma bolsa pequena quando vou para a faculdade. Na maioria das vezes, sinto a necessidade de levar tanta coisa (como naquela foto), que só minha maior mochila (o Sr. Mochila) dá jeito. Acho que é justamente por causa disso que tenho me esforçado para diminuir, pelo menos, minha bolsa de final de semana.
A primeira coisa que fiz foi comprar uma bolsa menor. Quando temos espaço de sobra, tendemos a querer preenchê-lo, não é? Achei essa bolsa da foto numa loja de bijuterias aqui de São Joaquim e me apaixonei. Ela tem um bom tamanho, cores neutras, um bom acabamento, um forro super bonitinho estampado com beija-flores, e um sistema de bolsos bem interessante que eu não conseguirei descrever com precisão. Também gosto do fato de ela ser transversal porque odeio carregar a bolsa no ombro ou no antebraço porque limita demais os movimentos.

O segundo passo foi diminuir a quantidade de coisas que carrego para caber nesse espaço. Tirei algumas coisas desnecessárias, lembrando sempre de que essa bolsa geralmente é para saídas rápidas. Deixei de carregar a calculadora e a agenda, já que tenho ambas no celular. Também diminuí o tamanho das coisas. Comprei uma carteira menor. Troquei o óculos de sol por outro do mesmo modelo, porém mais compacto. Ainda tenho a intenção de trocar a caixinha dele por um saquinho para diminuir ainda mais o volume.

Eu chamo essa bolsa de bolsa de final de semana porque é ela, com esse conteúdo, que costumo usar aos sábados. Porém, como estou de férias, é ela que tenho usado quase todos os dias.


Essa bolsa é dividida praticamente em um bolso menor e mais acessível e um bolso maior fechado por zíper. No bolso menor, fica a necessaire, que também é divida em duas partes. Em uma delas, ficam os acessórios para o cabelo, o lipbalm da Nivea, a amostrinha de creme para as mãos da L'Occitane e um espelho; na outra, ficam band-aids de todos os tamanhos (sou desastrada), inclusive da Hello Kitty (sou infantil), um inalador (estou sempre resfriada) e um porta-pílulas com aqueles remédios mais básicos para dor, cólica e cia. Ainda nesse bolso menor, ficam soltos o gel antisséptico para as mãos, lencinhos de papel e meu celular (que não está na foto porque uso a câmera dele).

O bolso maior possui um bolsinho com zíper o qual eu nunca uso e dois bolsinhos abertos. No menor, fica a chave de casa; no maior ficam as balas e chicletes. Levo ainda os óculos de sol, na esperança de lembrar de usá-los e a caixinha do óculos de grau. Geralmente, saio de óculos, mas gosto de ter a caixinha para caso eu queira tirá-los. Levo ainda esse bloquinho onde tem todas as listas do que preciso e quero comprar, do que preciso e quero fazer, etc. É sempre útil ter essas listas por perto e o bloquinho ainda serve para anotar qualquer coisa que eu precise lembrar mais tarde, ou passar para a agenda de papel. Levo também uma lapiseira com borracha e uma caneta, que deveria ser azul, mas é roxa. Ademais, só a carteira.

Bom, pessoal, é isso. Espero que vocês gostem desse tipo de post. Assim que as aulas recomeçarem e eu me estabilizar com uma rotina definida, pretendo fazer mais dois posts desse tipo, um com a minha bolsa/mochila do dia a dia e outro com a minha bolsa de viagem, que levo comigo no ônibus nas sextas e sábados.
.