11/06/2012

Solteira no dia dos namorados? E daí, minha filha?

Muita coisa me incomoda nessa vida. Sou uma implicante patológica. E uma das minhas implicâncias "favoritas" é com mulher fazendo mulherzice, no sentido pejorativo da palavra mesmo. Falo de comportamentos exclusivos ou prioritariamente femininos, em geral carregados de uma boa dose de machismo. (Aquele machismo que aprendemos a reproduzir desde que saímos do útero.) Venho falar de uma dessas mulherzices irritantes hoje.

É um mal das vésperas do dia dos namorados. Mas apesar de ser "sazonal" reflete um outro comportamento irritante e, por que não dizer, preocupante: a necessidade que muitas mulheres têm de estarem sempre em um relacionamento. Todo final de maio e começo de junho é a mesma coisa: a mulherada chorando as mágoas por estarem "solteiras em pleno dia dos namorados" como se isso fosse equivalente a, sei lá, perder um braço. Ou, no pior dos casos, mulherada que daria um rim por um homem se gabando da solteirice que tanto detesta, achando que engana alguém.

Gente, é ok ser solteira. E digo mais: é ótimo! Aposto que vocês podem enumerar diversas vantagens da solteirice. Não entendo porque não aproveitar dessas vantagens ao invés de ficar choramingando a falta de um namorado ou pior, fazendo das tripas coração para arranjar um. Sério, gente, é deprimente. Até porque, na minha opinião, não se arranja namorado! As pessoas se conhecem, se gostam e constroem uma relação. Naturalmente.

Não quero que esse post pareça um trecho de um livro caça-níquel de autoajuda, mas tenho que dizer: a pior merda que você faz é depositar as suas expectativas de felicidade e satisfação em outra pessoa. É o primeiro passo para decepcionar-se feio. É claro que nossa felicidade está atrelada a muitas coisas, inclusive aos nossos relacionamentos (amorosos ou não). Mas ela vai muito além disso e não pode depender exclusivamente de uma pessoa, de um namoro, de um casamento, do que for. O que quero dizer, meninas, é que ninguém precisa de um homem para ser feliz. Ou de uma mulher. Se você precisa de um relacionamento para se sentir plena, é bom rever seus conceitos. Precisamos de pessoas, mas não necessariamente de um namorado (ou namorada, ou marido, ou esposa). Isso é uma das muitas imposições sociais, que ditam que temos que namorar, casar e ter filhos, além de sermos absolutamente perfeitas e impecáveis em tudo o que fizermos, nos encaixando em padrões que foram criados para serem inatingíveis e, portanto, manter-nos reféns a quem? Isso mesmo: a macho.

Então, amanhã é dia dos namorados. Honestamente, é só mais uma data no calendário. Get over it.